ICELAND – TRAVEL GUIDE

ICELAND – TRAVEL GUIDE

ICELAND – TRAVEL GUIDE

Olá Olá 🙂 Depois de muitos emails e muitas mensagens a pedir para falar mais sobre a Islândia, o André resolveu fazer-vos este mapa muito giro a explicar a nossa viagem. Basicamente o que fizemos foi a linha vermelha e depois ainda subimos mais um bocadinho a norte de Reiqueiavique.

QUANTOS DIAS?

Ficámos 8 dias na Islândia, foi pouco mas vamos voltar em breve para vermos o que não conseguimos ver. Penso que o ideal seria entre 13 a 15 dias para fazer uma viagem ainda mais completa, mas nós não tínhamos muito tempo para viajar por questões profissionais, e como queríamos ir mesmo em Janeiro, resolvemos ir só 8 dias.

ALUGAR CARRO

Alugar carro é completamente imprescindível na Islândia, se pensam em ficar baseados na capital e depois fazer viagens de dia para conhecer outros sítios pensem outra vez. Na islândia as cascatas e pontos de interesse são todos muito longe uns dos outros, nós fizemos mais de 1500km e no inverno há muito poucas horas de sol. Nós alugámos na Orange Car e podem saber mais aqui. 

CUIDADO COM AS MULTAS

Para quem está habituado a conduzir em Portugal nas nossas auto estradas é preciso ter muito cuidado na Islândia porque em retas de perder de vista a velocidade máxima é… 90km/h isso mesmo. Não há pachorra sinceramente. Fomos apanhados em vários radars (ainda bem que as multas nunca chegaram) até descobrirmos que uns símbolos muito engraçados que apareciam nas estradas eram na verdade símbolos de radars, e infelizmente num dia à noite em que andávamos atrás das auroras, apanhámos uma multa in loco, com direito a sirene e espalhafato, no meio do NADA (ainda hoje não sei de onde eles apareceram, meio atrás de um arbusto) Foram 300€ de multa, o limite como vos disse eram 90km/h e estávamos imaginem a quanto?? (Não se esqueçam que era uma autoestrada em que a reta era tão grande que viam as luzes dos carros a 20 min de distancia) estávamos a 110km/h… ainda bem que a viagem estava a acabar porque ninguém merece ser multado em lado nenhum por andar a 110km/h numa auto estrada.

MAIOR DESILUSÃO

Estava cheia de expectativas em relação à Blue Lagoon, por todas as fotos que tinha visto no instagram, mas ninguém nos prepara para a grande desilusão que aquilo é. Milhares, mas milhares de turistas asiáticos todos em filas para entrarem nos balneários sujos e lotados. Filas para tudo. Frio, muito muito frio. Quem vos diz que a água é quente apesar dos menos tal que estão na atmosfera está a mentir. Passei um frio horrível, aquilo é feio, cheio de chaminés por todo o lado a sair gás e fumarada, para quem é do Porto estilo mini praia do aterro, de um lado ha que lindo viram a cara e percebem onde estão. Fiquei mesmo desiludida e triste com o tempo que perdi na Blue Lagoon. Se calhar ir no verão é diferente, acredito que sim, e acredito também que há quem goste, eu como nunca gostei de piscinas públicas e balneários e afins achei simplesmente pavoroso. E quantidade de gente a roubar toalhas e chinelos de outros (que nojo!) depois de sair da lagoa é indiscritível.

MELHOR EXPERIÊNCIA

Tudo o resto que não envolva a Lagoa Azul (até me custa traduzir porque Lagoa Azul lembra-me sempre o paraíso e aquela coisa fabricada esta longe de ser paradisíaca) A Islândia é mesmo muito muito bonita, as pessoas não são muito simpáticas mas também já estava à espera, podemos ir para onde quisermos na Europa mas não há ninguém mais simpatico que nós e que os italianos, na minha opinião claro. O país é muito muito seguro, não se passa nada. As únicas pessoas que andavam na rua de noite éramos nós e uns carros de japoneses (que desconfio que eram sempre os mesmos)

Todas as cascatas da Islândia são maravilhosas e todas sem exrecção valem a pena ser vistas. Os glaciares estão longe mas por favor vão ver as focas no seu habitat natural e as enormes placas de gelo na praia.

ONDE DORMIR

Como já vos tinha dito ficámos super bem instalado nas melhores casas da Islândia (estou mesmo a falar a sério) Quando ficámos na capital ficámos num hotel que não gostámos assim muito por isso nem vos recomendo. Já as casas em que ficámos são absolutamente maravilhosas e acho mesmo que se forem à Islândia devem consultá-las AQUI e AQUI

COMO É IR NO INVERNO?

Nós quisemos ir em Janeiro por vários motivos, mas o principal foi mesmo evitar as enchentes no verão (se em pleno inverno e fora de época foi o que foi, nem quero imaginar no verão) Depois queríamos ver tudo branco, apanhar nevões e basicamente apanhar um frio daqueles à séria. Além disso também queríamos ver a Aurora Boreal (um sonho antigo que conseguimos realizar 🙂 e o inverno é sempre a melhor altura para as apanhar.

Se tiverem mais dúvidas deixem as dicas no instagram (nos comentários não me enviem mensagens privadas por favor que é mesmo difícil para mim conseguir responder em privado)

Também podem escolher ver AQUI todos os posts sobre a Islândia que de certeza que vão encontrar todas as vossas respostas.